top of page

Conheça a etnia Nambikwara: resiliência e tradição no Brasil Central

A história da etnia Nambikwara é uma jornada fascinante de resiliência, tradição e conexão com a natureza. Originários da região do Brasil Central, esse povo indígena tem uma cultura rica e única que merece ser celebrada e preservada.




Os Nambikwara são famosos na história da etnologia brasileira, tendo sido contatados oficialmente pelo Marechal Rondon e estudados pelo renomado antropólogo Claude Lévi-Strauss. Seu território abrange tanto o cerrado quanto a floresta amazônica e as áreas de transição entre esses ecossistemas.


O termo "Nambikwara" tem origem Tupi e pode ser traduzido como "orelha furada". Foi a partir da penetração da Comissão Rondon no interior do Mato Grosso que os índigenas, anteriormente conhecidos como "Cabixi", passaram a ser designados "Nambikwara", nome pelo qual são reconhecidos até hoje.


No último censo realizado pela Funai, em 2002, os Nambikwara somavam cerca de 1.331 indivíduos. Apesar do recente crescimento populacional, muitos grupos foram extintos ao longo do tempo, e outros foram reduzidos a poucos indivíduos. Alguns dos grupos Nambikwara do norte se juntaram a outros mais numerosos, formando um único grupo.


A riqueza cultural dos Nambikwara é parte integrante da história e diversidade do Brasil. É fundamental respeitar e valorizar suas tradições, língua e conhecimentos ancestrais. Além disso, devemos apoiar iniciativas que promovam a preservação de suas terras e da biodiversidade dos ecossistemas que habitam.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page